Segurança em casa: 8 dicas para cuidar de idosos


 
Uma coisa é certa: os anos passam e não tem como fugir da velhice. Nesta fase, a fragilidade pede alguns cuidados com a segurança, principalmente em casa. Pesquisa feita nos Estados Unidos durante 3 anos com cerca de 5 mil pessoas com mais de 70 anos revela que os idosos que tomavam anti-hipertensivos estavam 30% a 40% mais propensos a sofrerem quedas graves, com fraturas no quadril e traumatismo craniano.
 
“Os remédios anti-hipertensivos talvez gerem as quedas, pois prejudicam a atenção e podem causar a diminuição súbita da pressão ao se levantar, por exemplo. A família deve levar em consideração os perigos que existem dentro de casa”, explica Eduardo Chvaicer, máster franqueado da Right at Home no Brasil.
 
Confira 8 dicas de segurança:
 
1 . Faça uma lista e analise o que poderia melhorar nas áreas de sua casa para facilitar a vida do idoso.
 
2 . Dê atenção especial às escadas, calçadas irregulares e escorregadias e pisos com rachaduras.
 
3 . Tome cuidado com banheiros. Coloque pisos antiderrapantes, principalmente no box.
 
4 . Para facilitar o banho, é importante ter cadeiras ou bancos, com pernas firmes e estáveis.
 
5 . Se possível, coloque barras de apoio perto do vaso sanitário e na ducha. Nunca confie em porta toalhas como apoio.
 
6 . Verifique se as portas são grandes o suficiente para passar um andador ou cadeira de rodas.
 
7 . Cuidados com as escadas. Analise se estão em boas condições, se os corrimãos estão seguros nos do dois lados e se está na altura adequada.
 
8 . Se possível, substitua escadas ou degraus por rampas.

Fonte: 
http://www.universojatoba.com.br/
 
 
Veja também:
A verdadeira função de um hotel geriátrico
6 passos para se tornar um idoso saudável
A importância da caminhada na terceira idade
Como manter sua casa segura para idosos