Sedentarismo aumenta chance de doenças em idosos


 

Uma pesquisa desenvolvida na USP aponta que o sedentarismo prejudica o desenvolvimento dos órgãos, aumentando as chances de idosos desenvolverem doenças degenerativas como Parkinson e Alzheimer.
 

O estudo mostra que o cerebelo - região do sistema nervoso responsável pelo equilíbrio, movimentos e aprendizagem motora - sofre uma atrofia em indivíduos que não praticam atividades físicas regularmente.Avaliando imagens obtidas em ressonância magnética de 20 idosos após a morte, o estudo mostrou que os idosos que praticavam exercícios físicos tinham um volume cerebelar de, em média, 8,39% maior do que os sedentários.

 

Por tanto, mantenha uma vida saudável! Praticar atividades físicas regularmente traz diversos benefícios a curto e longo prazo.

 

Veja também:
A verdadeira função de um hotel geriátrico
6 passos para se tornar um idoso saudável
A importância da caminhada na terceira idade
Como manter sua casa segura para idosos